A direita vem crescendo a olhos vistos desde os primeiros movimentos de rua sem PT em 2013, que influenciaram o impeachment de Dilma Rousseff em 2016 e a eleição de Jair Bolsonaro em 2018. Mas também em termos eleitorais.
Artigo dos cientistas políticos Vinícius Silva Alves e Antônio Lavareda na Folha de S. Paulo, a partir do livro deste com Helcimara Telles, mostra como cresce desde as eleições municipais de 2012 e influencia as seguintes, para governadores e presidente da República.

 

Confira a matéria completa aqui.

Notícia publicada em: 5 de abril de 2022

]