São Paulo prorroga quarentena até 31 de maio

Medida mantém regras de funcionamento apenas de serviços essenciais

ovas também reforçou que a população deve seguir a quarentena e ficar em casa. (Crédito: Governo do Estado de SP).

ovas também reforçou que a população deve seguir a quarentena e ficar em casa. (Crédito: Governo do Estado de SP).

O prefeito Bruno Covas e o governador João Doria anunciaram nesta sexta-feira, 8, a prorrogação da quarentena em todo o estado de São Paulo até o dia 31 de maio. Com a decisão, permanecem autorizados a funcionar apenas serviços essenciais. A ampliação do isolamento se deve ao aumento do número de casos e mortes em razão do coronavírus. “Situações extremas, decisões extremas,”afirmou Covas.

O prefeito ainda falou sobre o novo modelo de rodízio de veículos. Por conta da medida, a prefeitura irá ampliar a frota de ônibus na cidade. Serão mil ônibus acrescentados na rede municipal de transporte e mais 600 que ficarão nos bolsões, para caso a SPtrans observar a necessidade de implementação. Outra medida importante implementada pela prefeitura foi aumentar o números de leitos que quadriplicou.

Covas também reforçou que a população deve seguir a quarentena e ficar em casa. “Cada saída leva o vírus de um lugar para o outro. Ficar em casa é salvar vidas”, finalizou.

 

 

Notícia publicada em: 8 de maio de 2020

Notícias, Saúde

]