SP adota medidas de prevenção para proteger passageiros

Manter 1 metro de distância entre os usuários e usar máscaras são algumas das orientações da SPTrans

A equipe técnica da SPTrans acompanha o movimento dos passageiros e adequa a frota de ônibus para atender a demanda (Crédito: Divulgação Prefeitura)

A Prefeitura de São Paulo adotou uma série de medidas para que motoristas, cobradores e passageiros do sistema de transporte público da capital se previnam contra o novo coronavírus.  As empresas estão autorizadas, por exemplo, a usar cortinas em formato de “L” nos postos dos motoristas para evitar o contágio. A SPTrans também sinalizou a distância de 1 metro entre os usuários nas plataformas para aguardar o embarque nos terminais.

O uso de máscara para quem precisa se deslocar também passou a ser obrigatório. A SPTrans contabilizou 30 autuações às empresas operadoras pelo descumprimento à determinação do uso de máscaras de proteção no transporte público municipal entre 5 e 25 de maio. Caso a determinação seja descumprida, será aplicada uma multa às empresas concessionárias de transporte.

Além disso, a equipe técnica da SPTrans acompanha o movimento dos passageiros e adequa a frota de ônibus para atender a demanda da população. As informações de mudanças de linhas, funcionamento dos postos e recomendações podem ser acessadas no site da SPTrans.