Restaurantes são convocados a distribuir refeições para população de rua

Projeto promove alternativas de geração de renda durante a quarentena na cidade

Divulgação: Shutterstock

Com os comércios e restaurantes da cidade fechados devido a ameaça da covid-19, se agravou a dificuldade do acesso à alimentação à população em situação de rua. Nesse contexto, a Prefeitura organizou uma ação para suprir a escassez de oferta de alimentação à essa parcela da população em maior condição de vulnerabilidade, e em outra ponta, possibilitar que pequenos restaurantes e similares possam resistir a crise financeira, fazendo circular a economia da cidade neste período de quarentena.

O projeto Rede Cozinha Cidadã, anunciado na última semana, tem o objetivo dar alternativas de alimentação para a população em situação de rua. A iniciativa também busca envolver comércios e pequenos restaurantes com o intuito de gerar renda com a venda de comida durante a crise do coronavírus. A iniciativa é liderada pela Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania, junto a Subprefeituras e Segurança Urbana e com suporte da Assistência e Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Econômico e da Secretaria de Licenciamento.

A proposta visa distribuir kits, com marmitas, água e folheto educativo de prevenção à covid-19, desenvolvida pela Coordenação de Políticas para a População em Situação de Rua da SMDHC. A distribuição destes kits deve ser feita nas Subprefeituras de maior concentração desta população: Sé, Moóca, Lapa, Santo Amaro, Vila Mariana e Santana e Pinheiros.

Os restaurantes interessados no credenciamento devem enviar um email para cafsmdhc@prefeitura.sp.gov.br, onde poderão também obter informações e esclarecer dúvidas sobre o edital.

Notícia publicada em: 4 de abril de 2020

Assistência Social, Notícias

]