Bruno Covas regula reabertura de setores durante a pandemia

Clubes, Centro Paralímpico e Empresas de Tecnologia da Informação poderão retomar atividades 

Para retomar as atividades, setores deverão reforçar as medidas de segurança e de higiene. (Divulgação: Prefeitura de São Paulo)

O prefeito Bruno Covas assinou os termos de compromisso com entidades ligadas a clubes sociais, centro paralímpico e empresas de tecnologia da informação para que retornem suas atividades, desde que implementem as medidas necessárias de segurança e higiene a fim de minimizar a disseminação do novo coronavírus. As medidas podem incluir o fornecimento de máscaras, distanciamento social, modificações físicas no local de trabalho e regras de triagem de usuários.  

“Eu não tenho a menor dúvida de que parte do segredo da estratégia de reabertura aqui na cidade de São Paulo ter dado certo foi ter chamado os setores para dialogar e discutir com os próprios setores como deve se dar essa reabertura. Ninguém conhece melhor as atividades de vocês do que vocês mesmos”, reconheceu. “É muito melhor os setores apresentarem suas propostas para serem avaliadas pela vigilância sanitária”, completou Covas. O prefeito também lembrou que tanto o setor de TI quanto o de clubes decidiram fechar durante a pandemia para colaborar com a Prefeitura, pois poderiam estar funcionando, mas acharam melhor apresentar seus protocolos de segurança antes.

Na sexta feira, 26 de junho, a Capital passou para a fase amarela do Plano São Paulo, porém a análise dos setores não acontecerá até o dia 3 de julho. Durante a semana todos os setores deverão seguir as regras da fase laranja do Plano. Para mais informações sobre a retomada das atividades e protocolos de segurança, acesse o site da Prefeitura.

Notícia publicada em: 30 de junho de 2020

Notícias

]