Coronavírus: Covas anuncia medidas contra o vírus

Leitos na rede pública vão dobrar e rodízio municipal será suspenso na cidade

Prefeito em reunião com secretariado para medidas contra coronavírus. Crédito: divulgação)

Prefeito em reunião com secretariado para medidas contra coronavírus. Crédito: divulgação)

A prefeitura de São Paulo está trabalhando ativamente para previnir riscos de transmissão direta do Covid-19.  Uma das medidas é dobrar os leitos na rede pública e os servidores públicos vão trabalhar em dois turnos para evitar aglomerações.

O Prefeito Bruno Covas também anunciou que o rodízio municipal será suspenso na cidade a partir desta terça-feira, 17. Além disso, os ônibus do transporte público serão lavados com água sanitária no final de cada linha e os terminais vão disponibilizar álcool gel nos espaços públicos e administrativos. Será obrigatória a divulgação de mensagens sonoras de prevenção nesses terminais, bem como destinados locais para que agentes de saúde possam oferecer informações aos usuários.

As praças de atendimento da Prefeitura só farão atendimento com agendamento online, para que possa ter um controle de pessoas. Na área da cultura, todos os eventos promovidos pela Secretaria, incluindo aqueles que ocorrem nos equipamentos culturais municipais, serão adiados por tempo indeterminado, como forma de evitar a aglomeração de pessoas e o risco de disseminação do novo coronavírus. Os equipamentos, porém, permanecerão abertos e com os horários de funcionamento normais. Os eventos privados que necessitam de alvará da Prefeitura estão proibidos.

A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente também suspendeu, por tempo indeterminado, eventos promovidos por sua iniciativa nos Parques Municipais, com a finalidade de evitar grande aglomeração de pessoas. Quanto aos eventos propostos por empresas privadas e do Terceiro Setor, foram adiados por inciativa dos próprios proponentes.

Os administradores dos parques já orientam os frequentadores sobre o coronavírus e cartazes de alerta, orientação e prevenção serão afixados em todos eles.

Protocolo de assistência
Na próxima terça-feira (17), o Centro de Contingência do Estado vai reunir diretores regionais de Saúde e de 100 hospitais da rede estadual para indicar os protocolos clínicos de atendimento a casos suspeitos ou confirmados. A meta é uniformizar os serviços e definir critérios para internação de pacientes com coronavírus nos leitos de UTI, inclusive na rede privada.

Notícia publicada em: 16 de março de 2020

Notícias, Saúde

]