Essa guerra ideológica não enche a barriga de ninguém, diz @rodrigogarciaoficial – ISTOÉ Independente.
Rodrigo Garcia, de 47 anos, assumiu o governo de São Paulo há um mês com a missão não apenas de governar o maior estado brasileiro, mas também a de se reeleger para continuar administrando a mais rica unidade da federação, tendo em caixa uma pequena fortuna de R$ 54 bilhões, que serão aplicados na saúde, educação e em obras de estradas, dentro de um orçamento de R$ 286 bilhões em 2022. Para ficar mais perto dessa máquina administrativa que tem que gerir, mudou-se para o Palácio dos Bandeirantes e, ao contrário de seu antecessor, João Doria, ocupa a ala residencial da sede do governo paulista. Lá, mora com sua mulher e dois filhos adolescentes (uma terceira filha reside no exterior), que levaram para lá seus animais de estimação: quatro cachorros, dois coelhos e um gato. “E o mais interessante é que o cachorro convive com o gato, que convive com o coelho e ninguém briga”. Homem pacato, típico do interior, mas hábil negociador e gerente tocador de obras, Rodrigo já mostrou que vai conduzir o governo de forma bem diferente, tanto que preferiu tomar posse em um café da manhã no Bom Prato (restaurante popular) na Favela de Paraisópolis, em São Paulo, ao contrário de fazer festa com pompa e circunstância. “Mandamos R$ 400 bilhões para Brasília e só recebemos R$ 40 bilhões de volta. Esse pacto federativo é injusto e precisa ser mudado”.

 

Entrevista  -ISTOÉ Independente

#psdbmunicipalsp

Notícia publicada em: 29 de abril de 2022

Notícias

]