Gestão Covas criou mais de 2.800 leitos desde o início da pandemia

Oito novos hospitais foram implementados na capital

Mais de 200 mil altas já foram registradas. (Divulgação: Prefeitura de São Paulo)

O prefeito Bruno Covas apresentou nesta quinta feira, 16, o balanço de ações de saúde no combate à pandemia. Desde o início do surto de covid-19, foram implementados na capital oito novos hospitais públicos, sendo dois provisórios (Hospitais de Campanha do Anhembi e do Pacaembu) e seis permanentes (Parelheiros, Brasilândia, Bela Vista, Cruz Vermelha, Capela do Socorro e Guarapiranga). Com isso a rede pública de saúde recebeu 2.886 novos leitos, sendo 1.340 de UTI e 1.546 de enfermaria, além dos 507 já existentes na cidade.

Com o aumento da capacidade de atendimento, 9.119 novos profissionais foram contratados na área da saúde. “A cidade tinha algo em torno de 80 mil profissionais e tem hoje algo em torno de 90 mil”, explicou o prefeito Bruno Covas.

Desde o início da pandemia, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já abordou 1,63 milhão de pessoas, mais de 11.500 ações foram realizadas em comunidades. Hoje, a SMS monitora 262 mil pessoas e já registrou mais de 200 mil altas.

Notícia publicada em: 17 de julho de 2020

Notícias, Saúde

]