Piscinão do Córrego Paciência, na Zona Norte, será entregue este ano

Prefeito vistoriou reservatório que beneficiará 150 famílias

As obras estão na fase de escavação do reservatório e de construção das paredes de diafragma (Crédito: Prefeitura de São Paulo)

O prefeito Bruno Covas, acompanhado pelo secretário municipal de Infraestrutura Urbana e Obras, Vítor Aly, vistoriou nesta segunda-feira, 3,  as obras do piscinão do Córrego Paciência, na Zona Norte. Localizado na Avenida Jardim Japão, o reservatório começou a ser construído em agosto de 2019 e entrará em operação em dezembro deste ano. Quando estiver em funcionamento, o piscinão terá capacidade para armazenar 110 mil m³ de água, o equivalente a 44 piscinas olímpicas.

“Este piscinão vai beneficiar uma área onde hoje moram 150 mil famílias que convivem, todo ano, com a possibilidade de alagamento. Mas isso será resolvido com a inauguração do piscinão, a partir de dezembro deste ano. É uma obra de R$ 153 milhões que vai beneficiar toda a população da região”, disse o prefeito Bruno Covas.

As obras estão na fase de escavação do reservatório e de construção das paredes de diafragma (estruturas que dão forma ao piscinão). No local, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB), também já está executando a canalização de um trecho de 120 metros do Córrego Paciência, junto ao piscinão.

Recorde na construção de piscinões

A atual administração municipal já entregou nove novos piscinões na cidade. A Prefeitura entregará, ainda em 2020, os piscinões Aricanduva R3, R7 e R8, Lagoa Aliperti, além do Córrego Paciência, totalizando 14 novos piscinões até o final do governo. Em setembro de 2019 tiveram início as obras do piscinão do córrego Taboão, que deverá entrar em operação em maio de 2021. Antes do início da atual administração, existiam 24 reservatórios.

Notícia publicada em: 4 de agosto de 2020

Notícias, Obras

]