Prefeitura amplia o número de coworkings públicos na capital

Espaços serão inaugurados em julho nos bairros Heliópolis e Jardim Edite, Zona Sul

A crise gerada pela pandemia do coronavírus, afetou diversos setores. Com a retomada da economia e dificuldade de empreendedores da periferia estruturarem o próprio negócio, a gestão Covas irá ampliar o número de coworkings públicos que também contarão com palestras, cursos e mentorias.

Dois novos Teias, como são chamados os espaços de trabalho compartilhado da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, executados pela Ade Sampa, estão programados para serem inaugurados em julho em Heliópolis e no Jardim Edite, ambos na Zona Sul.

Até 30 de junho a Ade Sampa estará selecionando entidades para gestão do espaço pelo período de 12 meses. Será selecionada uma entidade por região, que receberá R$ 143.400 por ano para realizar atividades de qualificação e desenvolvimento de redes locais, além da consolidação e reporte mensal dos registros das atividades realizadas.

As ações no Teia Jardim Edite, que será instalado no Conjunto Residencial Jardim Edite, serão voltadas para a área de gastronomia, visando apoiar cooperativas já instaladas na região. Já no CEU Heliópolis, a futura unidade do Teia terá a sua vocação definida pelos moradores da região, após a pandemia do coronavírus, com encontros participativos.

Para se inscrever, basta seguir as orientações dos editais disponibilizados aqui.

Notícia publicada em: 21 de junho de 2020

Notícias, Trabalho

]