Prefeitura constrói 57 novas unidades educacionais

Até o final de 2020, serão entregues mais 5 unidades. 44.500 crianças serão beneficiadas

Em pouco mais de três anos e meio de gestão, foram mais de R$ 780,5 milhões investidos em novas estruturas (Crédito: Marcelo Pereira)

A Prefeitura de São Paulo, em um esforço conjunto das secretarias de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB) e Educação (SME), já construiu 57 novas unidades educacionais. Até o final de 2020 serão entregues mais 5 unidades. Em pouco mais de três anos e meio de gestão, foram mais de R$ 780,5 milhões investidos em novas estruturas para atender a crianças e adolescentes de zero a 14 anos.

São mais de 26 mil novas ofertas de vagas para crianças e adolescentes de todas as regiões da cidade. Até agora foram concluídas 34 novas creches (CEI), seis novas Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs), dois novos Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIs), três novas Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs) além de seis novos Centros Educacionais Unificados – CEUs (outros seis já estão com os blocos educacionais concluídos, restando apenas a finalização das áreas externas). Todas essas obras, executadas pela SIURB, com recursos da SME, atendem às normas de acessibilidade vigentes, bem como utilizam sistemas de aquecimento solar e água de reuso.

A Zona Sul da cidade ganhou 25 novas unidades educacionais, sendo: 18 creches, dois CEMEIs, quatro EMEIs e uma EMEF. Mais de 8.800 crianças são beneficiadas com as novas instalações. Na Zona Norte, 3.370 alunos poderão estudar nas novas instalações das sete unidades educacionais concluídas pela SIURB. Entregamos o CEU Tremembé além de cinco creches e uma EMEF.

A Zona Leste ganhou cinco novos CEUs, duas EMEIs e mais dez creches. Até 13.900 crianças serão atendidas pelas 27 novas unidades educacionais da região. Uma creche foi entregue na região central da cidade e uma nova Escola de Ensino Fundamental entrou em funcionamento na Zona Oeste, beneficiando assim mais de 1.800 crianças.

Em fase de conclusão – A Zona Sul vai ganhar uma creche e duas EMEFs; a Zona Norte terá uma creche nova e mais quatro CEUs, e na Zona Leste outros dois CEUs e uma creche. Assim, até o fim do ano, mais 16.600 alunos poderão ingressar no ensino municipal. Estes seis novos CEUs das zonas Leste e Norte já estão com os blocos educacionais prontos, e até setembro as áreas externas serão finalizadas.

Notícia publicada em: 17 de agosto de 2020

Educação, Notícias, Obras

]