Prefeitura cria Comitê Técnico-Científico contra Coronavírus

Grupo será responsável por acompanhar o desenvolvimento da doença

Comitê vai prestar assessoramento para possibilitar a tomada de decisões com base nas melhores evidências. (Crédito: divulgação).

Comitê vai prestar assessoramento para possibilitar a tomada de decisões com base nas melhores evidências. (Crédito: divulgação).

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, publicou uma portaria no Diário Oficial que institui o Comitê Técnico-Científico para combate ao novo Coronavírus. Será função do Comitê prestar assessoramento à pasta nos distintos campos do conhecimento em saúde, para possibilitar a tomada de decisões com base nas melhores evidências científicas.

Para isso, o grupo irá acompanhar o desenvolvimento da Covid-19, se atualizar constantemente e sistematizar o conhecimento sobre as melhores alternativas disponíveis para o enfrentamento da pandemia. O trabalho não é remunerado e o Comitê poderá constituir grupos de trabalho com pesquisadores e docentes das instituições de pesquisa e de ensino superior que se dedicam ao estudo da saúde, seja na área assistencial, seja na área da saúde coletiva.

O médico sanitarista, Hélio Neves, servidor público municipal e professor na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo será o coordenador do Comitê, composto também pelos profissionais: 

– Dr. Eliseu Alves Waldman – Médico Sanitarista – Professor Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo;
– Dr. Eduardo Alexandrino Servolo de Medeiros – Médico Infectologista, Professor na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de São Paulo;
– Dra. Ester Cerdeira Sabino – Médica Imunologista, Professora na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e ex-Diretora do Instituto de Medicina Tropical, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo;
– Dr. Daniel Deheinzelin – Médico Pneumologista – Professor na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo;
– Dr. Gonzalo Vecina Neto – Professor na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo.

 

Notícia publicada em: 7 de abril de 2020

Notícias, Saúde

]