Prefeitura investe R$ 1 milhão em projetos de startups

Cada iniciativa receberá apoio de R$ 100 mil além de mentoria para colocar propostas em prática

A Prefeitura de São Paulo anunciou a lista das dez startups selecionadas, entre os 69 projetos inscritos, que apresentaram iniciativas que combatem os efeitos econômicos da crise causada pela pandemia de covid-19. Cada empresa receberá dois meses de mentoria e aporte financeiro de R$ 100 mil para acelerar a produção de soluções tecnológicas, que sejam aplicáveis imediatamente no combate aos efeitos econômicos do coronavírus.

A iniciativa, realizada pela AdeSampa, visa reduzir os impactos econômicos da crise, garantindo a preservação de empregos no município e a geração de renda da população. Dentre as iniciativas selecionadas se encontram o Instituto Feira Livre, que visa a expansão e distribuição de alimentos livres de agrotóxicos e saudáveis por meio de plataformas de comércio online, o Fofuuu Soluções Tecnológicas para Saúde e Educação Ltda, plataforma criada para permitir a profissionais do setor de saúde (médicos e terapeutas) a realização de tratamentos e orientações via telemedicina e o Ideias de Futuro Ltda, programa de Empreendedorismo Tecnológico online voltado para jovens, principalmente estudantes do 8º ano do ensino fundamental até o último ano do ensino médio da cidade de São Paulo.

“Uma banca analisou os projetos e selecionou aqueles que podem gerar maior impacto positivo na guerra contra o coronavírus em vários setores como saúde, social, educação, comércio e serviços. Acreditamos que grandes ideias podem surgir em qualquer parte da cidade principalmente na periferia, que está sofrendo mais neste momento. Por isso, a Prefeitura decidiu apostar nessas soluções que podem ajudar toda a cidade a superar esse período difícil”, declara a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

Notícia publicada em: 5 de maio de 2020

Economia, Notícias

]