Mães que deram a luz poderão voltar para casa em segurança

Aplicativo de mobilidade contemplará mulheres que deram a luz em maternidades públicas 

Iniciativa é valida durante o mês de maio

A Prefeitura de São Paulo fechou uma parceria com a empresa de mobilidade urbana 99. A partir desta semana, as mães inscritas no programa Mãe Paulistana que tiverem seus bebês em maternidades públicas e nas casas de parto de Sapopemba, na Zona Leste, e Jardim Ângela, na Zona Sul, receberão um voucher no valor de R$ 30 reais para retornarem para suas casas utilizando carro por aplicativo. 

A iniciativa, que integra o programa da 99 para o combate à covid-19, doença provocada pelo coronavírus, valerá para cinco mil corridas até o fim do mês de maio. O ponto de partida será sempre a unidade hospitalar e, o de chegada, o local onde a mãe reside. O objetivo é reduzir o risco de contágio no transporte coletivo.

“Quando receberem alta da maternidade, as mães receberão dos auxiliares de enfermagem um comprovante de agendamento de consulta para elas e os bebês na Unidade Básica de Saúde (UBS) onde fizeram o pré-natal. Além disso, serão questionadas se têm interesse em receber o voucher para retornar para casa de carro por aplicativo. É uma medida muito interessante, pois reduz as chances de contágio pelo novo coronavírus da mãe, do recém-nascido e de quem estiver acompanhando ambos”, afirma Sônia Raquel Wippich Coelho, ginecologista e obstetra responsável pela Área Técnica de Saúde da Mulher da Prefeitura.

Notícia publicada em: 17 de maio de 2020

Assistência Social, Notícias, Saúde

]