Programa Costurando pela Vida atinge 1 milhão de máscaras produzidas

Prefeitura investe R$ 7,5 milhões em produção de máscaras para população e servidores

As 16 empresas e entidades selecionadas para a produção dos equipamentos tiveram que seguir o padrão adotado pela Anvisa e as normas da ABNT na produção. (Crédito: Divulgação)

O programa Costurando pela Vida já ultrapassou a marca de 1 milhão de máscaras produzidas. A iniciativa não só contribui com a confecção do material como também incentiva a contratação de costureiras das periferias pelas empresas participantes do edital. O objetivo da ação é gerar renda para microempreendedores, cooperativas e artesãos que estavam com pouca ou nenhuma atividade devido à pandemia

O programa, lançado em abril, conta ao todo com R$ 7,5 milhões de investimentos para a produção total de 2,4 milhões de máscaras e equipamentos de proteção individual. Diante dos resultados positivos com a primeira fase de distribuição das máscaras de tecido, que contaram com R$ 3 milhões da Prefeitura, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho investirá mais R$ 3 milhões para a confecção de outra remessa de 1 milhão de máscaras. O edital está disponível no site da secretaria.

As 16 empresas e entidades selecionadas para a produção dos equipamentos tiveram que seguir o padrão adotado pela Anvisa e as normas da ABNT na produção. Cerca de 500 costureiras contratadas estão produzindo outros dispositivos de proteção, que já atingiram 13 mil itens como propés, toucas e aventais.

As máscaras de tecido estão sendo distribuídas em equipamentos públicos, por entidades que atuam com a população em vulnerabilidade social e para os profissionais da administração que estão na linha de frente no combate ao coronavírus.

 

Notícia publicada em: 5 de setembro de 2020

Notícias, Serviços

]