Rede municipal retoma marcação de consultas e exames

Agendamentos estavam suspensos desde março por conta da pandemia do novo coronavírus

Consultas, exames, procedimentos foram suspensos parcialmente por conta da pandemia do novo coronavírus. (Crédito: divulgação)

Consultas, exames, procedimentos foram suspensos parcialmente por conta da pandemia do novo coronavírus. (Crédito: divulgação)

A retomada dos agendamentos para consultas médicas na rede pública de saúde do município foi liberada pela prefeitura de São Paulo, em hospitais-dia, ambulatórios de especialidades e AMAs. A mudança começou nesta segunda-feira, 1, ficam permitidas as consultas presenciais de especialidades adulto e pediátrica, realização de exames e procedimentos ambulatoriais.

De acordo com o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, a situação do sistema está sob controle e permite o retorno dos procedimentos. “Nós mantivemos no sistema de saúde da cidade o funcionamento normal das consultas e também de cirurgias de cinco casos: os casos crônicos de diabete e cardiopatas, para recém-nascidos, para gestantes e vacinação. Fizemos apenas a suspensão de pequenas cirurgias eletivas e também de algumas consultas. Mas já determinamos, a partir da semana que vem, que as consultam suspensas voltem a ser marcadas pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs)”, explicou.

Consultas, exames, procedimentos foram suspensos parcialmente pela Prefeitura de São Paulo no dia 20 de março de 2020 em função do isolamento social durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com o decreto, pacientes que tinham atendimento agendado no Sistema Integrado de Gestão da Assistência à Saúde (SIGA) em 23 de março poderão reagendar.

 

Notícia publicada em: 2 de junho de 2020

Notícias, Saúde

]