Cinemas de São Paulo deverão ter sessão mensal adaptada a crianças autistas

Medida entra em vigor no prazo de 90 dias e prevê multa de até R$ 10 mil em caso de descumprimento

Desenvolver uma cidade com conforto e oportunidade para todos é uma das metas da gestão Bruno Covas. O prefeito assinou uma lei que obriga os cinemas paulistanos a realizarem ao menos uma sessão por mês adaptada a crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista (TEA). 

Durante as sessões, as luzes devem estar levemente acesas, o volume um pouco mais baixo e o vídeo não deve conter publicidade comercial. A lei entrará em vigor em 90 dias a partir desta quarta-feira, 15. O descumprimento da determinação prevê de advertência a multa – entre R$ 3 mil e R$ 10 mil – e até interdição do estabelecimento. 

Saiba mais em: https://glo.bo/2sol4sa

Notícia publicada em: 15 de janeiro de 2020

]