Viaduto na Zona Leste recebe projeto de reurbanização

Ação busca transformar espaços antes abandonados para atividades culturais e esportivas

Os espaços serão utilizados para atividades culturais e esportivas, ajudando a inserção social e profissional dos frequentadores.

Localizado próximo a Rua Alfredo de Franco, na Zona Leste, o viaduto Engenheiro Alberto Badra sofre a anos com o descarte irregular de lixo, fazendo com que a área de divisa entre as subprefeituras Penha e Mooca, fique com um aspecto degradado. Por isso a Prefeitura de São Paulo iniciou um projeto que pretende reurbanizar o viaduto, utilizando os espaços antes abandonados para o lazer da população.

“A região constitui em um ponto crítico no que se refere a zeladoria da Subprefeitura Penha. É frequente o descarte irregular de lixo e entulho, bem como a degradação do espaço. Nesse sentido, propõe-se que a área seja utilizada e ocupada com propostas que beneficiassem também aos moradores da região, sobretudo, a população de maior vulnerabilidade social”, disse o subprefeito da Penha, Thiago Della Volpi.

Para sua transformação, a subprefeitura da Penha propôs a alternativa de separar os baixos do viaduto em pequenas áreas, cercando-as com alambrados e destinando-as a entidades de credibilidade na região, como a Associação Batista da Penha (ABAPE) e o Instituto Filhos do Guetto.  Os espaços serão utilizados para atividades culturais e esportivas, ajudando a inserção social e profissional dos frequentadores. 

 

 

Notícia publicada em: 4 de setembro de 2020

Notícias, Sustentabilidade

]